domingo, fevereiro 15

Valentine’s Day! (e três semanas de Canadá)

O dia 14 de fevereiro é uma data importante pra eu e Zé. Nada a ver com Canadá: nos conhecemos na internet, e éramos amiguinhos só. Ficamos nessa uns meses e depois começamos a nos falar pelo telefone (ele tava em Porto Alegre e eu em Campo Grande), por conta de um sério problema dele. Ainda assim, tudo só na amizade. Eu queria conhecer esse gaúcho e, no dia de São Valentin de 2004, resolvi a questão: mandei um cartão pra ele. Aí a coisa virou rolo, nos conhecemos pessoalmente, namoramos 4 dias e resolvemos juntar. Um mês depois, estava lá o Zé de mala e cuia em Big Field conhecendo os sogros. Isso faz 5 anos já…

Enfim, viva São Valentin!!!

Simbolizando nossos presentes, finalmente fomos comprar celulares. Que coisa difícil é comprar celular aqui! Não pela burocracia, porque essa é fácil (só apresentamos passaporte e o NAS), mas para escolher o plano! Seguinte: sabe o identificador de chamadas? É pago separadamente. Sabe a secretária eletrônica? Também é à parte. Receber ligações e mandar texto? Pura ingenuidade de recém-chegado achar que é tudo sem limites…

Enfim, acabamos precisando fazer vasta pesquisa antes de adquirir o nossos telefones. Ficamos com a Solo Mobile e optamos pelo seguinte:

300 minutos - $30.00 (inclui SMS ilimitado e ligações livres entre 19h e 8h, além de final de semana)
Solo-Solo ilimitado - $5.00
Secretária + Identificador de chamadas - $9.00
Recebimento de chamadas locais ilimitado - $10.00

O legal tb foi eles não cobrarem a taxa de ativação de aparelho, o que nas outras chegava a algo em torno dos 30 dólares. Ah, e ganhamos os presentes da promoção de Valentine’s: um cartão de memória pra mim e outro pro Zé (4 Gb), um fone pro Zé e uma bolsinha chiquésima pra mim.

Na hora, só precisamos pagar pelos aparelhos. Tinha a opção de não pagar nada, mas eu e Zé quisemos uns aparelhos mais…, digamos…, mais abestados… Peguei um Samsung Cleo pra mim ($25.00 com fidelidade de 2 anos) e o Zé um LG Rumour ($50.00 tb com fidelidade de 2 anos).

mobile

De qualquer forma, pra quem estiver chegando, só podemos recomendar mesmo uma pesquisa legal (incluindo visitas às lojas físicas – tem coisa que não vemos nos sites). Nós visitamos a Roger’s, a Videotron, a Bell, a Tellus e a Fido.

Agora, valendo como telefonia fixa, o Zé fez um bom negócio com o Skype. Comprou um pacote de ligações ilimitadas para qualquer número nos EUA e no Canadá (fixo e móvel) a 30 dólares ANUAIS. O troço vem com umas funções meio doidas: caller ID (podemos escolher que número queremos que as pessoas vejam qdo liguemos – o celular, por exemplo); call forwarding (podemos encaminhar ligações recebidas para serem atendidas em qualquer outro ponto de telefone fixo); um tal de Skype to Go, que ainda não entendi o que faz, além de 30 dólares de desconto quando da aquisição de número de skype-out canadense (novos números estão indisponíveis temporariamente)

Apê e documentos

Essa semana assinamos o contrato de aluguel do nosso novo lar. Vamos nos mudar dia 20. É bairro mais pobre, cheio de imigrantes, cheio de comércio (meio que um Méier) e custa $578.00 mensais. É um 4 1/5, ou seja, tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro, além de vaga na garagem e armários para armazenagem de tralha. Bem grandinho até. Com a eletricidade (inclui aquecimento) e água, vai a uns 700 dólares mensais.

Recebemos vários documentos essa semana: meu cartão de residente permanente (o do Zé não veio, temos de verificar o que houve), os dois cartões do NAS (número social) e as cartinhas nos convocando para a entrevista de avaliação para a francisação (curso de francês em que o governo paga um dinheirinho pra gente estudar).

nas pr claudia

Em comemoração, a tudo isso, fizemos dois jantarzinhos com nossos amigos Roberto e Flávia (cozinhei em ambos, tá faltando eles provarem o tempero do Zé), um na casa deles (e nosso futuro apê) e outro aqui na jaulinha (o apê temporário que locamos por um mês).

DSC05051 DSC05052

Session d’Informations

De segunda à quinta-feira desta semana, participei de um curso chamado “Session d’information: Les réalités socioéconomiques du Québec”. Eles nos deram 4 brochuras com bastante material interessante. Algumas coisas eu já conhecia, das pesquisas ainda no Brasil (principalmente nos blogs alheios:), sobre outras eu nem fazia idéia. Os tópicos abordados foram:

  • Le contrat moral et la Charte québécoise des droits et libertés de la personne;
  • Géographie, histoire et culture;
  • Les systèmes politiques canadien et québécois;
  • La langue française au Québec;
  • Les valeurs et les fondements de la société québécoise;
  • L’économie du Québec et de la région de Montréal;
  • Les régions du Québec et les besoins de main-d’oeuvre;
  • Le système d’éducation et laa formation continue;
  • Les lois sociales et la fiscalité;
  • Le travail et la recherche d’emploi;
  • Les compétences recherchées par les employeurs;
  • La connaissance de soi;
  • Le curriculum vitae et la lettre de présentation;
  • Le rôle des ressources d’aide en emploi et les services offerts;
  • Les stratégies de recherche d’emplois: les communications téléphoniques, la préparation à l’entrevue, les sources d’emploi.

Na medida do possível, vou compilando as informações (que são muitas).

Muitos imigrantes participaram da sessão, inclusive o brasileiro Azize. Fiz amizade tb com uma chinesa. Os dois vieram sozinhos pra cá. Olha, tiro o chapéu pra quem faz essa loucura…

Entrevista de Acompanhamento

Na sexta de manhã tive uma entrevista com uma senhora designada pelo governo para me acompanhar (cada imigrante ao Québec tem direito a um). Fui sem esperar muito, porque o Zé teve o encontro dele na terça e não achou muito útil não. Mas, para minha surpresa, foi muito legal.

Pra começar, qdo falei que vim com meu cachorro, ela já saiu mostrando as fotos dos cachorros dela. Eu disse que tinha feito trabalho voluntário no Brasil com proteção animal e ela contou que já tinha feito isso aqui tb. Me parece que os cachorreiros desse mundo se encontram sempre e rapidinho se entendem… O papo foi muito bacana, tratamos desde amenidades até detalhes como o registro do Leopoldão e, obviamente, a procura de emprego.

Ela me deu muitas sugestões valiosas sobre outras áreas onde moderia começar a buscar trampo. Também deu uma sugestão prática: como na área do Zé – banco de dados - é relativamente mais fácil de encontrar trampo, eu deveria ajudá-lo no processo de busca de emprego, entrevista e tals. Assim, ficaria mais fácil ele conseguir uma colocação melhor. Daí, com o maridão sustentando a casa (olha que chique), eu poderia ir com muito mais tranquilidade procurar um trampo pra mim, sem precisar apelar pra um survival job assim tão imediatamente.

That’s all folks! Voltamos com mais novidades em breve!!!

7 comentários:

LiliX disse...

nossa que postzao!!
:)
Entao...

1)pergunta: aí em MTL as empresas de celular nao usam o esquema de chip igual aki do brasil? Se sim, podemos levar nosso aparelho praí e só trocar de chip?

2)Depois quero muitas dicas de skype pq vai ser minha salvaçao!

3) Conheci minhas 4 melhores amigas através do mirc(lembra?) rs...há 10 anos atrás. Hj em dia somos madrinhas de casamento de uma...madrinhas do filho da outra e continuamos super amigas. Sinal dos tempos! e viva a tecnologia!rs

4)Pq escolheram côte-des-neiges ao inves de um bairro mais ao sul da ilha (que dizem ser os mais tranquilos de se morar) tipo La salle? Aí tmb é legal?

Boa sorte e q continue a dar tudo certo!!
:)

Anônimo disse...

Legal, cuidem em assumir despesas, contratos de dois anos, xiiiiii
Lergal um ap que fique em 700 é razoavel.
Eu falo para os casais recem chegados terem despesas de no maximo 900$ incluindo a alimentaçao, par aisso o aluguel nao pode passar de 600 e tem que ter acesso a comida da igreja.
Legal

boa sorte

Efriteral

Camila Novais disse...

Claudia (sem acento pra você ir acostumando hehehe),

Tá arrasando nos posts, hein? Assim não vai sobrar nada pra eu pesquisar quando chegar por aí (provavelmente no verão), você tá entregando tudo mastigadinho. ;o)

Tenho acompanhado suas primeiras semanas de pertinho, mas confesso que a minha principal curiosidade está na sua busca de emprego, uma vez que compartilhamos a mesma profissão.

Boa sorte com tudo!

Beijos.

Claudia disse...

Oi Claudia! Depois escreve pra gente que dicas de trabalho tão valiosas foram essas que te deram!

Além de me chamar Claudia, também sou jornalista! (rs)

Obrigada!!

Abraços,

Claudia

Ricardo disse...

Valeus pelas dicas, principalmente sobre os celulares, essa era uma dúvida que eu tinha e este post foi "matador". Parabéns.

Ricardo e Caia
http://caiaericardo.blogspot.com/

Fernanda disse...

Ótimo post!!!! Eu pretendo chegar no Quebec no início de Julho, e o tempo está voando.... vou usar suas sugestões para já fazer uma listinha do que fazer logo que chegar aí :)

Abraços

Fernanda

Clau e Zé disse...

Oi, Lilix!!
Olha, não faço idéia sobre o sistema aqui... Vi muitos aparelhos por aqui que já tinha visto no Brasil, mas em nenhum momento vi a vendedora botando o chip no meu telefone. A gente escolheu o número no computador e foi isso... Sobre o skype, o que quiser saber é só perguntar. Se soubermos, responderemos...
Já sobre a escolha do bairro, tenho de ser honesta... Nós não fizemos mta pesquisa não. Fomos ver esse apê de amigos e, sabe quando o santo bate? Qdo a intuição diz 'pega'!? A gente deu uma pesquisada por cima depois, só por garantia, e vimos que tava mto em conta mesmo. O fato é que era um aluguel mais antigo, q ia ser transferido pra nós. Não tivemos mtas dúvidas e pegamos. E, pra te falar a verdade, achei Côte-des-Neiges um charme. Chamem isso de vocação pra pobre mas, sei lá, curti à beça.

Oi, Efriteral!
Estamos mesmo no espírito de manter o orçamento o mais básico possível... Inclusive sobre a tal ajuda alimentícia, fiquei sabendo que as tais 'cestas básicas' são mto boas, incluindo até Pringles. Ainda vou conferir isso qdo nos mudarmos. Acho ótimo quem consegue vir com reservas dignas de herdeiros de fazendas de café, mas não é nosso caso. Tb não acho indigno pedir ajuda. Feio é roubar. Pedir cesta básica não.
Da mesma forma, acho q quem tem condições de ajudar, deve ajudar. Valeu!!!
Agora sobre o emprego, meus caros e caras, assim que eu descubra o caminho das pedras eu compartilho kkkk. No momento, estou indo atrás de info...
Bjão a todos os leitores do Quebecoisa e a torcida organizada!!!!