sexta-feira, abril 24

A tradução dos documentos

Nessas últimas semanas fomos atrás da tradução juramentada dos nossos documentos. Por que não a fizemos no Brasil? Não sei, juro que não sei, mas, pelo que pude perceber, essa foi a decisão mais acertada…

Digo isso porque, em busca de orçamentos diferentes, o Zé teve a idéia de ligar no consulado brasileiro aqui em Montréal. A pessoa que o atendeu afirmou saber de inúmeros casos – inclusive o dele próprio – em que traduções juramentadas feitas no Brasil não foram aceitas por organizações aqui (universidades, por exemplo). Se isso procede, não sei dizer. Whatever…

Fizemos nossa tradução com o senhor Antônio Artuso (telefone 514-737-7817). O orçamento exato, só com o documento original em mãos, mas o valor aproximado do trabalho é esse (conforme e-mail do tradutor):

  • certidão (nascimento, casamento, etc.): 40,00$;
  • carteira de motorista: 30,00$;
  • diploma: 40,00$;
  • histórico escolar: 40,00 ou mais;
  • revisão de traduções feitas por tradutores oficiais: 10,00$ por página traduzida;
  • tradução de textos (técnicos, médicos, comerciais, etc.): o preço é calculado segundo o número de palavras, e a tarifa varia.

O gasto que tivemos só com os meus documentos foi de 330 dólares. Traduzi o seguinte: certidão de nascimento; histórico escolar do segundo grau; diploma e histórico da graduação, da especialização e do mestrado.

Para obter uma lista completa dos tradutores disponíveis no Québec, basta conferir o site da Ordre des traducteurs, terminologues et interprètes agréés du Québec.

quinta-feira, abril 16

Espetadinhas no Poldão

DSC05153 Leopoldo foi terça-feira passada tomar suas vacinas anuais (essa não foi a primeira visita do Leopoldo a um hospital, já que o bichinho teve uma emergência logo que chegamos). Foi uma consulta razoavelmente longa, pois o médico precisou verificar que tipo de vacina ele recebeu no Brasil e quais adaptações seriam necessárias aqui.

Vamos às vacinas que ele tomava:

- Virbac (anti-rábica);
- Leishmune (contra leishmaniose, doença epidêmica no centro-oeste);
- BronchiGuard (contra a tosse dos canis);
- GiardiaVax (contra giardíase canina).

Aqui, cachorrinhos não tomam nada contra leish (porque não tem) e também nada específico contra a Giardia (conforme o veterinário, a doença é combatida direto com o vermífugo). Por outro lado, tem umas coisas diferentes. Aqui vai a lista de tudo o que foi espetado nele:

- Rabbies Vaccine Defensor 3 (Pfizer) – 22.00
- Bordetella Bronchiseptica Bacterin (Pfizer) – 22.00
- Vanguard Plus: Canine Distempter-Adenovirus Type 2-Parainfluenzza-Parvovirus Vaccine / Leptospira Canicola-Grippotyphosa-Icterohaemorrhagiae-Pomona Bacterin (Pfizer) – 35.00

O vermífugo é diferentão e já combate as pulgas também. Chama-se Revolution (e fez uma revolução no orçamento tb), também da Pfizer. Consiste em seis doses que começam a ser aplicadas em maio, uma vez por mês (as pulgas não precisam ser combatidas no inverno porque nada – nem pulgas – sobrevive ao inverno). Preço: 113 dólares (somados a outros 28 dólares relativos ao exame de sangue pra saber se Poldão podia tomar o remedinho).

Valor final da brincadeira: 248.33 (com impostos).

Bem, e no resto do dia Leopoldo ficou bem enjoadinho, com febre e tals. Mas nosso querido au-au agora está protegido contra os dodóis das terras canadenses.

quarta-feira, abril 15

Um pouquinho de turismo (pq tb somos filhos de deus…)

Após quase três meses de Canadá, resolvemos criar vergonha e fazer um pouquinho de turismo básico: andar olhando pra cima, comentar tudo em português sem se importar com quem esteja ao redor, tirar fotos feito doido... Aproveitamos o feriadão de Páscoa e visitamos dois lugares legais...

Vieux-Montréal é um charme.
Quem não quiser andar de charretinha chique (nem comer em restaurante bacana) não vai gastar nada e se divertir um bocadinho…



vieux-montreal


E o Oratoire Saint-Joseph é super imponente, além de ter seu lado tri sinistro… Acontece que o coração do Padre André, fundador do oratório, fica lá sendo exposto aos visitantes. Dizem que André operava milagres. Nunca tinha visto um coração-santo antes (ou quase santo, porque o frei está em processo de beatificação). Detalhe: São José (ou Saint-Joseph) é o patrono do Canadá…
Ah, sim, a entrada é gratuita!





oratoire

E pra ver as fotitas é só clicar nas imagens (o photobucket não tá funcionando direito e por isso não pus uns slides bacanas)...

domingo, abril 12

Yes, nós temos assurance maladie!

 

Terça-feira passada tivemos motivo para comemorar: chegaram nossos cartões de Assurance Maladie. Isso quer dizer que passamos a ter direito – depois de três meses de carência - à assistência-saúde universal e gratuita oferecida na província.

 assurance maladie

Ainda temos de descobrir como fazer as coisas por aqui. Emergência é fácil: é só baixar no hospital e pronto. O mistério está nos atendimentos regulares (dermatologista, ginecologista, etc). Por exemplo, onde e como se encontra um médico de família? São coisas que precisaremos descobrir.

O próximo passo, portanto, é conferir as informações do site da “Régie de l’assurance maladie”.