domingo, abril 4

Hmmmm, que cheirinho bão!!!


Acho que já disse isso aqui, mas odeio faxina. Odeio. Mas pior é casa suja. Nojo…

O paradigma aqui no nortão é bem diferente ao que estamos acostumados em Pindorama. Primeiro, não há ralo em PARTE ALGUMA da casa. Ou seja, nada de balde d’água. Segundo, esquece diarista: até tem, mas custa caro e, dizem, não fica do jeito que a gente gosta. Terceiro, pano de chão não existe como tal e a gente ou se adapta aos mops (já explico) ou improvisa. Rodo, esquece.

Em compensação, os produtos de limpeza são infinitamente melhores. E no supermercado, as opções de produtos são tão grandes que dá pra se perder. O objetivo desse post é, portanto, fazer um review dos nossos produtos “preferidos” e métodos de trabalho. Não sou profissional da área e nem testei todas as marcas, então se o querido leitor tiver alguma sugestão, não se acanhe.

ASPIRADOR DE PÓ – Não sei como vivi tanto tempo sem um. Faz um barulhão mas leva todas as poeiras embora, sem deixar nenhum tufo se escondendo na escuridão pra voltar no dia seguinte. Vassoura, nunca mais. O nosso foi herança dos amigos Roberto e Flávia. Compramos também um pequeninho sem fio, da Dirt Devil, para aspirar teclado de computador e cantinhos obscuros do lar. E para tirar aquela poeirinha de cima da TV, curti o espanador da Swiffer Duster (pelo jeito o Leopoldo também, se dou mole ele adora destruir a parada).

LIMPEZA DO CHÃO – Pro piso de tacos, usamos o Pledge Wood Floor Cleaner que, se não é o mais barato, é o mais prático. Você joga as gotinhas no caminho e esfrega com o mop. Nada de balde, nada de água. Para quem não conhece, mops são como que panos de chão fixos a um cabo (foto). A versão mais moderna (e a que usamos) tem uma base móvel a qual prendemos um material liso de tecido. É o flat mop.

NA COZINHA – Muita gente tem lavadora de louça mas nós não. Dos detergentes, compramos sempre o Palmolive. A maioria dos outros (e isso é opinião extremamente pessoal) tem um cheiro insuportável de barata. Pro forno, existe o Easy-Off Heavy Duty, imbatível. Sério, esse bagulho opera milagre (só não esqueça de usar luvas). Já para as superfícies, algo que é imperdível são os disinfecting wipes, tipo lencinhos umedecidos de bebê só que embebidos em produtos de limpeza. Aqui não tenho preferência de marca, vou no mais barato. E, finalmente, para desencardir a pia (e, em seguida, pia do banheiro) uso um negócio que parece não valer nada mas é inacreditável: o Magic Eraser Mr. Clean limpa até pensamento embaçado… Já na geladeira, depois de limpa, obviamente, colocamos esse eliminador de odores da Arm & Hammer.

NO BANHEIRO – Aqui é onde menos economizamos. Afinal, quer desgosto maior que limpar banheiro? Então que venha a tecnologia, custe o que custar…
Como não dá pra usar água pra mandar sujeira embora, qualquer produto que se use vai fazer lama. Daí um item se torna fundamental no processo é o papel-toalha. A sujeira gruda fácil e depois é só passar pros desinfetantes.
No trono, usamos três produtos. O primeiro é tipo uma barra de desinfetante (bleach tablet da Clorox) que fica no tanque d’água. Ele ajuda a mantê-lo limpo e dá uma desinfetada a cada descarga (imagino que não seja recomendável para quem tem gato). Não satisfeitos, usamos também o gel da Scrubbing Bubbles, que se gruda na parede interna da privada, isso depois de dar aquela limpada com as esponjas descartáveis da mesma marca (a moral é não precisar botar as mãozinhas nem no trono nem na esponja nojenta). A mesma Scrubbing Bubbles produz a paradinha que vai na limpeza da banheira. Pra desencardir geral, bato a tecla no Magic Eraser mencionado acima, e pro cheirinho bom de cada dia, sigo usando o spray com sensor de movimento da Glade.

ROUPAS – Saca aquelas camisas bonitas e cheias de preguinhas que você comprou sob medida? Pense beeeeeem se quer mesmo trazê-las. Porque, se passar roupa é um inferno, depois de se acostumar com os tecidos que ficam lindos só de estarem pendurados no cabide, você acaba deixando as malditas camisas lindas de lado. Um produto que ajuda bastante é o Downy Wrinkle Releaser, spray que se mete nas roupas quando saem da secadora. Daí, na hora de passar, os amarrotados (wrinkles) já foram quase todos embora. Mas veja bem, só roupa bacana ganha esse tratamento. Calça jeans e camisetas nunca mais viram um ferro de passar aqui nessa casa.
E pra lavar, temos preferido usar sabão liquido, muuuuito melhor que em pó. O que todo mundo sempre recomenda é o Tide, realmente bom, mas vale também o da Arm & Hammer, cheirozinho e bonzinho.
Na secadora vai o amaciante que é tipo um lencinho cheiroso que deixa a roupa fofa, ativado pelo calor. Já tentei várias marcas e não tive problema algum até agora. Então compro pelo preço e o aroma. Também existe o amaciante líquido pra lavadora, só que já até esqueci como se usa. Muita gente prefere não usar a secadora ou porque é comum encolher as roupas ou pra economizar.

CORTINAS, CARPETES E ACOLCHOADOS – Temos usado esse spray bactericida da Febreeze que é legal e cheiroso. Importante quando se tem cachorro deixando sua marca por tudo quanto é canto da casa…

E pra quem bebe, depois de um dia de faxina, fundamental é ter uma cervejinha gelada te esperando. Porque ninguém merece…